Editorial: Ubá, uma cidade boa pra se viver. É só comparar!

1424
Foto Tomaz Silva/Agência Brasil
Foto Tomaz Silva/Agência Brasil

Com tanta coisa ruim acontecendo no País, pontualmente nas grandes cidades, podemos avaliar e afirmar, sem medo de errar, que Ubá é uma ótima cidade para se viver.

Às vezes assistimos nas mídias sociais opiniões ruins sobre Ubá e reclamamos de problemas insignificantes. Temos buracos nas ruas, necessidade de instalar novos sinais de trânsito em alguns pontos críticos e precisamos com urgência de um programa de arborização urbana. Mas, felizmente, podemos sair com nossos filhos pelas ruas de Ubá sem sermos surpreendidos por manifestações violentas, bombas, confrontos…e quando vamos trabalhar, em tanto tempo ficamos presos no trânsito.

Assistir Jornal Nacional apenas uma vez já é o bastante para a gente descobrir que Ubá é o paraíso. E olha que o JN, em matéria de violência, é o mais leve noticiário da TV brasileira. Vamos imaginar algumas manchetes?

“Manifestação na Praça São Januário. Mascarados soltam morteiros e ferem gravemente cinegrafista de TV”; “Ônibus superlotados provocam pânico e ferimento a usuários”; “Transporte Coletivo: ubaense demora em média duas horas para chegar ao trabalho”.

As grandes cidades estão em processo de falência e apagão em todos os setores. A velocidade do crescimento foi infinitamente maior que a capacidade dos gestores de enxergar a necessidades de investimentos necessários para acompanhar e dar suporte a tal crescimento. Demoraram muito a fazer ou nem fizeram… Ônibus, metrôs, polícias, alagamentos, pânico em shoppings são alguns dos termos mais propagados.

Por isso as cidades do interior são a melhor opção para quem quer qualidade de vida e tranquilidade em tudo que se faz. Ubá, Cidade Carinho, terra boa de se viver!

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil